OS MENSAGEIROS DOS SANTOS REIS

A ideia de formar o grupo aconteceu após o encontro entre o mestre Antônio Gonçalves e o Sr. Oliveira, quando estavam numa Folia de Reis, no interior de São Paulo. Na época, ambos já eram moradores de Guarulhos. O grupo “Os Mensageiros de Santos Reis” surgiu em 1974, com a intenção de gravar o disco “Missa Cabocla”, porém, a gravação pelo selo Rodeio da gravadora Odeon ocorreu somente em 1982.

 

O mestre Sr. Oliveira, que aprendeu os ritmos “de ouvido”, explica: "Música com partitura ou cifra, eu não faço”. Ele ensina: “Na Folia de Reis são sete vozes (uma em cada grau da escala musical). No meio da turma se um dos sete desafinar, eu sei quem foi”.

 

Segundo ele, o grupo já usou várias vestimentas ao longo do tempo, o primeiro traje era calça azul com camisa bordô; depois, trocou apenas para a camisa xadrez; houve um período em que o único uniforme era uma camisa verde ou amarela. Nunca optaram por cores fixas como alguns grupos folclóricos se identificam. O mestre conta sobre um ensinamento do padre José Jansen (que participou da gravação do disco Missa Cabocla): “Religião uniformizada não é tão legal, pois faz diferença entre os fiéis”.

 

O Sr. Oliveira menciona que as festividades mudaram desde sua época até os tempos atuais. Antigamente as pessoas tinham um apreço muito maior por continuar a tradição da família e da cultura local, mas que com a diminuição do público ele preza por passar para os mais novos de sua família os ensinamentos que foram passado para ele. Ensinando-os a como continuar essa linda tradição que é a Folia de Reis, e sempre levantar a bandeira com orgulho dos Mensageiros dos Santos Reis, e toda a sua história.

 

A Folia Os Mensageiros dos Santos Reis carrega consigo toda a trajetória e raiz Guarulhense, porém tem uma repercussão imensa, expandindo então essa cultura local para todo o ambiente Estadual, sendo convidados por fiéis a levarem sua companhia a diversos outros lugares.