FOLIA DE REIS VILA CARMELA

A Folia de Reis da Vila Carmela é um grupo formado por violeiros(as), cantadores(as) e amigos(as) amantes da cultura popular vinda dos sertões do país. Teve seu início no ano de 2019 onde Antony Ventura, músico e professor de viola, nascido no estado de São Paulo, aprendeu sobre a folia de reis com seus pais e avós. Os pais de Antony frequentavam as festividades que aconteciam todos os anos, e conforme Antony crescia, eram ensinadas as tradições seguidas por sua família. Desde muito pequeno frequentava as folias e tocava sua viola juntamente com os demais.

 

Com a família sempre envolvida nas festividades surgiu a ideia de formar uma folia no bairro da Vila Carmela, em Bonsucesso, onde mora atualmente. Criou então um grupo formado por seus alunos de viola caipira, formalizando uma companhia de Folia de Reis que leva o nome de seu Bairro, Folia de Reis da Vila Carmela. No dia 20 de dezembro de 2019, a Folia iniciou o seu primeiro cortejo contando com a presença de mais de 30 pessoas, dentre elas, os pais de Antony, violeiros(as), violonistas, percussionistas e moradores do bairro.

 

Hoje a Folia de Reis da Vila Carmela segue com seu compromisso de levar a cultura regional para a cidade grande, cantando os saberes populares vindos das manifestações culturais praticadas, promovendo um espaço de descoberta e fortalecimento desses costumes que expressam nossa identidade e história.

 

É uma festa folclórica que transborda beleza, e, segundo o grupo, faz com que os mais velhos se tornem jovens novamente, e que os mais jovens aprendam a apreciar essa cultura, a se doar aos ensinamentos, e, assim como eles receberam tais ensinamentos, possam passar adiante sempre que possível. Participar da Festa da Carpição é uma experiência única: “Quando começa a participar, você vê essa essência dentro de cada um, porque falar é fácil, viver é complicado. Devemos viver aquilo que falamos”, diz Dona Cida - alfere da bandeira da Vila Carmela; segundo ela, não adianta passarmos adiante a tradição sem entender o verdadeiro significado do que está acontecendo. 

 

Durante a Festa da Carpição, dona Cida diz que se doa de corpo e alma, vivendo intensamente a festividade: “Eu me sinto filha daquele pedaço de chão. Porque aquela história faz a gente reviver o passado, faz a gente estar junto com aquele irmão enfermo... é importante conhecer e reviver aquilo que aconteceu no passado…”, ainda afirma: “Eu fico feliz de estar aqui, não sabendo falar tanto sobre a Festa da

Carpição, mas eu posso falar do que eu vivo, eu vivo a fé e o conhecimento”.

A Folia de Reis da Vila Carmela procura incentivar os mais novos a continuar a cultura da cidade, e que os mais experientes possam compartilhar sempre seus conhecimentos. Cantar os saberes populares adquiridos através de manifestações culturais e fortalecer estes costumes que expressam a identidade e a história local, mostrando a riqueza que a envolve e envolve a cidade, para que assim a tradição não se perca com o passar dos anos.